4 de outubro de 2010

Home is where your heart is



Eu acredito que há uma certa organização e gerência nesse grande condomínio que chamamos de universo. Às vezes as coisas podem parecer meio atiradas ao léu, um pouco caóticas, a vizinhança é barulhenta e não é raro acontecer desajustes entre os moradores.

Mas uma coisa que reparei é que os locatários têm muito pouco tempo para desfrutar dos seus imóveis. Sua estadia aqui é brevíssima e, por que não reconhecer, estamos numa área de grande periculosidade. Uns aproveitam mais, tentam deixar a vizinhança um pouco melhor do que quando chegaram. Tem até aqueles vizinhos que surgem na nossa vida trazendo um amigável pedaço de amizade, de carinho e companheirismo cobertos por um lindo guardanapinho. E tem o vizinho mala, sacana... mas desse aí nem vale comentar, apesar de ser parte de um número representativo.

Às vezes me deparo com umas lâmpadas quebradas na minha casa, com alguns defeitos que não consigo arrumar sozinha. Mas tenho percebido que o síndico é uma pessoa muito bacana. Se ele mesmo não me ajuda com as quebradeiras, costuma arranjar algum vizinho pra me ajudar.

Tem coisas, também, que se quebraram e até hoje nada foi feito. Coisas que eu não sei arrumar e que ninguém ao meu redor sabe. Seria tão melhor que continuasse tudo em seus devidos lugares, coisas inteiras, sem rachaduras... Mas percebi que os acidentes e os reparos não seguem uma lógica. Isso me deixa triste. Mas também tenho que reconhecer que até hoje não há nada que tenha sido quebrado ou levado embora que impedisse a minha moradia e permanência por aqui.

E mesmo em meio às coisas faltantes, o síndico continua trabalhando - às vezes ele mexe em coisas que não entendo, às vezes ele faz algumas melhorias incríveis em lugares inesperados. E quando chego, toda esbaforida para reclamar do último entupimento ou da correspondência que não chega, ele suavemente me relembra de que nada do que realmente preciso tem faltado. E que sua graça é suficiente para mim, e será até a hora de devolver as chaves e fazer a mudança.

3 comentários:

Anônimo disse...

Profundo...
Vc vem me visitar?
Um beijo!
Débora

styfens machado disse...

Mari!!! Belo post parabéns!!! Muito bom mesmo!!!!

Concordo com vc! E o sindico não poderia ser melhor!!!

Parabéns!!!

Dandara disse...

Lindo Mari...