24 de fevereiro de 2008

Encerramentos e inaugurações



Dá sempre um friozinho na barriga iniciar novos projetos. Sei lá quem inventou a frase "começar é fácil, difícil é terminar", mas comigo não cola. Pra mim é sempre mais difícil começar. Mover-me do V=0, da inércia pura, para um ação intencional e deliberada é um enorme dispêndio de energia. Mas, uma vez iniciado o movimento, a força da aceleração somada à extrema bondade divina costumam a ajudar-me a concluir o que foi começado. Sou metade Macunaíma, metade minha mãe (que não tem preguiça pra nada). Quem sabe um dia conseguirei evoluir até obter uns 70% das qualidades maternas?

Agora que um ciclo se fecha, vêm vários pensamentos e proto-projetos. Nem apresentei a defesa do mestrado ainda, mas já penso no que virá depois. Minha oração maior é para que o meu lado Macunaíma não predomine. Que algum projeto a brotar na cuca me pareça convincente o bastante para iniciar um movimento.

É quase como escolher o que preencher na ficha de inscrição pro vestibular! Como a vida pode ser tediosa? É um mundo de escolhas todos os dias: desde o tom do "bom dia" que você vai usar de manhã até a cor das meias que vai vestir à noite. Sem falar no que a gente escolhe nesse interim.

Sem dúvida, o mais difícil é escolher o quê e por onde começar. Que Deus me ajude a assinalar os melhores quadradinhos...

6 comentários:

Anônimo disse...

Querida, acho que todo e qualquer projeto deve ser bem planejado, avaliando-se muito bem tudo que o envolve, principalmente orar e pedir a direção de Deus.Quanto a sua dificuldade em começá-los, não concordo muito, pois dado aos resultados de todos que eu pude acompanhar, todos chegaram a bom termo.
Te amo, mamãe.

Túlio disse...

Inércia............ sofro desse mal crônico tb.

Kiki disse...

Sempre é difícil começar, mas tenha sempre em mente que é a parte MAIS difícil: começar. Depois disso tudo caminha. ;]

Abraços

[dea] disse...

adoro projetos. e adoro começos. posso me candidatar?

Anônimo disse...

Maricotinha, faça um grande favor de voltar a expor suas idéias. Todo dia vou procurar alguma coisa interessante p/ler e não acho. O meu "chá" já está frio de tanto esperar...
mamãe.

Juliana Bragança disse...

eu sou mto ruim em preencher os quadradinhos...