1 de fevereiro de 2009

Limonada fora de hora



Peço perdão aos demais assuntos importantes: crise mundial, fome, chuvas avassaladoras, guerra no Oriente Médio, a alienação da juventude contemporânea, o monopólio das farmacêuticas, o eminente colapso ambiental... Mas não vou falar de vocês agora.

Estou sucifientemente irritada ao ponto de ignorar todas as demais questões humanas e ontológicas. E nada mais me irrita mais do estar irritada. E, principalmente, sem um quadro de motivos completamente definido.

Irrita-me profundamente estar irritada num domingo ensolarado, sob um céu de brigadeiro, numa cidade à beira-mar. Irrita-me estar irritada quando o jornal de domingo está ali sobre a mesa, fresquinho, junto com dois livros interessantíssimos, mais uma revista nova que comprei ontem - minha irritação afasta a minha concentração para a leitura. Irrita-me estar irritada no meio de um projeto pessoal com o qual estou bastante empolgada, menos hoje, pois estou irritada. Irrita-me estar irritada com as pessoas que amo.

Pode ser o calor de 35º, pode ser a roupa que gruda ao corpo, a água que não vence a sede, a sensação de inchaço, pode ser TPM.

Ainda bem que tudo passa: o calor passa, a tpm passa, o azedume passa. E nos falaremos novamente, num dia mais doce.

A vida é cheia desses sabores.

6 comentários:

Anônimo disse...

"Momentos de prazer são restos de um naufrágio jogados na praia, pedaços do Paraiso que resistiram ao tempo. Devemos nos ater a essas relíquias, sem muito apego, e usá-las com gratidão e prudência, nunca utilizá-las como rótulos."
(Chesterton)
Não cobre tanto de você mesma minha querida, todo mundo passa por situações desfavoráveis, mas tudo isso passa também. O Comum mesmo, é lidarmos dia a dia com os"pedaços" do Paraiso.
Beijos, Eula

[dea] disse...

que todo esse desconforto leve afinal ao sufixo tão prometido. e se for só tpm, que passem logos esse míseros dias infrutíferos =]

Túlio disse...

espero que ter postado isso tenha servido como terapia.

tati travisani disse...

sendo hoje terça, espero que já tenha passado essa ressaca dominical...

Juliana Bragança disse...

acho q foi o calor! ele tb me irrita! vc fica grudenta de suor sem fazer nenhum exercicio fisico! como eh possivel?!?!

Thadeu disse...

Puxa, Eula! Sua frase final me lembrou muito um livro que lemos!!!rsrs

Mari, nenhum dos santos estão livres disso! O bom que que sempre tem um depois! Sempre!